11 3842-0744

Cirurgia Plástica

Abdominoplastia

Procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restaura os músculos enfraquecidos ou separados, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado. Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos de nós se esforça para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, exercício físico e controle de peso não são suficientes para que alcancemos nossos objetivos. A abdominoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal. Previamente à cirurgia, é necessário:

  • Fazer exames de laboratório ou avaliação médica
  • Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais
  • Parar de fumar bem antes da cirurgia
  • Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento
  • Tirar fotos para seu prontuário médico
  • Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Procedimento Cirúrgico

Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Incisão

O procedimento completo da cirurgia de abdominoplastia requer uma incisão horizontal orientada na área entre a linha do púbis e umbigo. A forma e o comprimento da incisão serão determinados pelo grau de correção necessário. Através desta incisão, os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados, enquanto o excesso de gordura, de tecidos e de pele são removidos. Uma segunda incisão, em torno do umbigo, pode ser necessária para remover o excesso de pele na parte superior do abdômen.

Fechando as incisões

Suturas, adesivos de pele, fitas ou clipes são usados para fechar as incisões na pele.

Resultados: O procedimento de abdominoplastia irá resultar em um contorno abdominal mais suave e tonificado, ficando mais proporcional com o seu tipo de corpo e peso. Os resultados finais podem ser inicialmente obscurecidos pelo inchaço e por sua incapacidade de ficar totalmente na vertical até que a cicatrização interna seja finalizada. Dentro de uma semana ou duas, você poderá ficar totalmente em pé e estará mais confiante com o seu novo perfil.

Blefaroplastia

Também conhecida como cirurgia das pálpebras, melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

Remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores

  • Pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão, e pode ser tratada com cirurgia de pálpebra superior
  • A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior
  • Bolsas sob os olhos podem ser corrigidas por blefaroplastia
  • A cirurgia de pálpebra inferior pode corrigir arqueamento da rima em decorrência da sua flacidez

Bichectomia

A cintura, a coxa e as nádegas são as regiões do corpo mais lembradas quando se trata de gordura, mas hoje em dia as bochechas gordas também são um problema difícil de acobertar.

O rosto é tão suscetível ao ganho de peso como qualquer outra parte do corpo. Para os que querem melhorar o aspecto facial, se sentem constrangidos, é indicado a Bichectomia, que é a retirada da Bola de Bichat, uma gordura existente no rosto que quando aumentada dá um aspecto arredondado, as famosas bochechas. Algumas pessoas apresentam uma quantidade maior de gordura na face, podendo ser devido a genética ou ao excesso global de peso, por isso essa cirurgia é recomendada exatamente para esses casos.

os indivíduos têm as Bolsas de Bichat, mas em alguns são desenvolvidas de maneira exagerada, deixando o rosto muito redondo e volumoso.

A cirurgia:

A Bichectomia é feita uma pequena incisão dentro de cada lado da boca de 1 a 2 centímetros, não deixando cicatrizes aparentes. A anestesia é local, com ou sem sedação. “A cirurgia dura cerca de 40 minutos e o tempo de recuperação depende de cada paciente, mas em geral é de 2 a 4 dias”, diz.

Esta cirurgia pode ser associada a qualquer outro procedimento cirúrgico facial. A Bichectomia não interfere na qualidade ou textura da pele, como a gordura é removida pode deixar a pele um pouco flácida, já que estava esticada por essa gordura, por isso um lifting facial é o ideal neste caso.

As pessoas que passam por essa cirurgia devem optar por alimentos macios nos primeiros dias e lavar a boca com produto anti-séptico.É fundamental que o paciente tenha uma dieta leve durante uma semana, sorvetes e gelatinas podem ser incluídos no cardápio, além de gelo na área das bochechas e deve-se evitar esforço físico e ficar longe do sol.

Sem dúvida que o rosto fica muito mais leve e ganha uma aparência mais bonita sem as indesejáveis gorduras das bochechas.

Cirurgia para Orientais – Ocidentalização

Respeitando as Diferenças

A procura de cirurgia plástica no Brasil pelos descendentes de orientais vem crescendo cada vez mais nos últimos tempos. Mas é preciso respeitar as diferenças entre os padrões estéticos oriental e ocidental.O padrão estético oriental é diferente do ocidental. A conformação óssea, as proporções e dimensões de cada estrutura são diferentes.”Temos que respeitar as características de cada um e fazer sobressair a estética de cada tipo étnico. Cada um tem a sua beleza e a função do cirurgião é ajudar a exteriorizá-la”, acrescenta. Para isso, ela estudou durante muito tempo o padrão estético dos orientais e chegou a variadas técnicas que podem ser utilizadas. Vamos conhecer as opções mais procuradas.

Pálpebras

No nosso meio tem havido uma procura cada vez maior de pacientes com características orientais para construção cirúrgica do sulco órbito-palpebral superior. Isso se deve provavelmente à influência do padrão estético ocidental nos orientais e seus descendentes. As técnicas descritas satisfazem quanto ao objetivo da construção do sulco, mas a característica do sulco é o fator preponderante do resultado. O melhor resultado só é conseguido quando se leva em consideração a forma do sulco que mais se adapte, em primeiro à face e segundo ao caso específico”.”Com a finalidade de atender a estes fatores é que estamos empregando a tática cirúrgica por nós estabelecida com resultados satisfatórios”, diz a cirurgiã em pesquisa publicada na revista de cirurgia plástica Ibero Latino Americana. A altura do sulco do olho de um indivíduo ocidental mede de 10 a 15 mm. Metade dos orientais nasce com este sulco medindo entre 5 a 8 mm. O nome complicado acaba sendo substituído erroneamente pela palavra ocidentalização.”Nessas pessoas os cílios ficam virados para baixo e muitos deles acabam entrando nos olhos, causando até úlcera de córnea. Após a cirurgia os olhos ficam maiores, dá para ver melhor a pupila e os cílios se voltam para cima. As gordurinhas, que existem em grande quantidade nos olhos dos orientais, são retirados e o olho não fica mais com aquele aspecto inchado. Esta é uma das cirurgias mais procuradas entre orientais porque a expressão do rosto fica mais estética. Se o profissional não respeitar as diferenças de padrão estético, o resultado pode ser desastroso, fica artificial”.Segundo a especialista, tecnicamente o que se faz, para um resultado definitivo é uma incisão com anestesia local, retira-se pele, um pouco de músculo, de gordura, sutura-se e a altura deve estar no padrão de 5 a 8 milímetros. É uma cirurgia rápida, de pouco mais de uma hora e não precisa de internação. Logo de imediato já se vê o resultado. Três dias depois começa a retirada dos pontos que termina em cinco dias. Em uma semana, ou um pouco mais, a pessoa já está recuperada.

Nariz

Muitos orientais têm o dorso do nariz achatado, o chamado nariz asiático e querem aumentá-lo para dar equilíbrio maior ao perfil. Geralmente a correção é feita colocando-se implantes dentro do nariz. Os mais empregados são os silicones sólidos.”Fazemos uma escultura em cada paciente e, com anestesia local, a introduzimos pela boca, entre os lábios superior e a gengiva até chegar ao interior do nariz. Fica mais alto, estético, não aparece, nem fica marcas. O silicone tem a consistência de uma cartilagem e a pessoa nem sente. A colocação leva uma hora e meia, mais ou menos, e a recuperação é rápida”, diz. A correção também pode ser feita com material microporoso ou sintético. Pode ser utilizada a cartilagem de orelha, um pedaço do osso da bacia ou da perna, modelados na forma do nariz. Este enxerto autógeno, como é chamado, é usado em último caso para evitar rejeição, pois se integra perfeitamente. A desvantagem é que o processo é mais demorado, trabalhoso e mais doloroso para o paciente.A recuperação com o uso do silicone é rápida. A pessoa fica duas semanas com esparadrapagem e, como toda cirurgia, apresenta inchaço nos três primeiro dias. Por isso deve-se evitar o sol para não inchar mais. Os resultado são muito satisfatórios.

Mamas

Boa parte das orientais apresenta a hipomastia ou mamas pouco desenvolvidas. Uma pequena parcela apresenta perfil masculino e raramente encontra-se orientais com gigantomastia.”Como as mamas são símbolo da feminilidade, elas querem que sejam proporcionais ao corpo. Avaliamos a harmonia da proporção da paciente, da cabeça aos pés. Depois de fazer uma anamnese, sentir a emoção da pessoa, o interior dela, ouvir o que ela deseja, fazemos o exame físico. Verificamos a proporção estrutural, tórax, quadril, costas e conversamos com ela para decidir o quanto podemos aumentar as mamas, uma vez que a estética esteja na proporção”, explica a especialista. Geralmente, optamos pela colocação de uma prótese de silicone, mas primeiro discute o tipo (gel ou inflável), os riscos e explica que já existem informações científicas suficientes para utilizar o silicone sem medo. “Discutimos as incisões que podem ser do tipo areolar, preservando-se o mamilo e a sensibilidade. A cicatriz fica imperceptível. Pode também ser feita uma incisão sub-mamária, usada quando a aréola é pequena, ou ainda, a técnica transaxilar. O mais estético é o da aréola talvez por isso seja o mais pedido”.”A recuperação é tranqüila e a cirurgia leva pouco mais de uma hora. As pacientes mais agitadas ficam internadas por 24 horas ou operam de manhã e vão embora à noite. Usa-se anestesia geral ou local, se a pessoa estiver tranqüila. As pacientes apreciam muito os resultados”.

Bumbum

Algumas orientais têm o glúteo ‘achatado’ e querem aumentá-lo. Isso é feito com uma incisão de 5 cm no sulco que já existe na nádega, por onde é colocada uma prótese de silicone que deve ficar na parte superior. Assim evita rompimentos. O pós-operatório é difícil, porque a pessoa tem que ficar de bruços durante a primeira semana, tomando analgésicos. Só pode se sentar depois de 15 dias. A cirurgia é feita no hospital com anestesia peridural ou geral”, diz a cirurgiã.

Cuidados especiais

Segundo a Dra. Edith Horibe, a pele dos orientais requer cuidados especiais devido à melanina e à maior tendência ao aparecimento de manchas. A especialista atua com uma filosofia um pouco diferente do modo do atendimento geral. “Temos como filosofia de atendimento ao paciente, enxergá-lo como um todo. Vemos não só sua parte externa, sua queixa orgânica, mas também sua parte interior, emocional, psicológica a algo mais profundo, a parte espiritual da pessoa. Fazemos com que haja uma integração desses três aspectos para que o tratamento aconteça de um modo globalizado. A ideia é promover o equilíbrio global do paciente para que se sinta mais feliz”, explica a cirurgiã.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Cirurgia da Intimidade

Qualquer mulher com mais de 18 anos pode recorrer à cirurgia. O resultado é sempre satisfatório, já que interfere, positivamente, com a sexualidade. Depois do procedimento, recomenda-se repouso por três dias e o sexo fica proibido durante um mês. Fora isso, pode-se retornar às atividades normais, em média, depois de duas semanas. Conheça alguns tipos de correção que a cirurgia plástica permite:

Murchamento vaginal

Esse problema é comum em mulheres idosas e interfere bastante na sua auto-estima. A correção é feita enxertando-se gordura da própria paciente, restaurando o volume dos lábios e recuperando a anatomia da região. A recuperação leva, em média, duas semanas.

Monte de Vênus volumoso

Algumas mulheres sentem-se constrangidas com esse problema, evitando até ir à praia de biquíni, por exemplo. Nesses casos, a correção é feita com lipoaspiração. A duração desse procedimento é de aproximadamente 30 minutos. Depois da cirurgia deve-se repousar durante dois dias. Em 15 dias os exercícios físicos já podem ser reiniciados.

Grandes Lábios

Essa cirurgia reduz o tamanho e a espessura dos grandes lábios. Se o púbis for volumoso, pode ser aplicada a lipoaspiração. Já para o caso dos lábios estarem murchos ou flácidos, realiza-se o preenchimento com gordura aspirada de outra região, ou ainda com a aplicação de substâncias sintéticas. A operação dura cerca de 30 minutos e são necessários dois dias de repouso. Após uma semana, retomam-se as atividades normais, mas ainda devem ser evitados esforços físicos.

Pequenos Lábios

Essa cirurgia reduz o tamanho dos pequenos lábios. É feita com anestesia local, a operação dura cerca de 30 a 60 minutos, dependendo de cada caso, e são necessários dois dias de repouso. Após uma semana, retomam-se as atividades normais, mas ainda devem ser evitados esforços físicos, os resultados são satisfatórios.

Alargamento vaginal

As mulheres que mais procuram essa cirurgia são as que possuem mais idade ou ainda as que tiveram parto normal e sentem que a vagina não tem mais a mesma elasticidade. A correção é feita retirando uma parte da mucosa e fechando o músculo. Esse procedimento é realizado com anestesia peridural e dura, em média, entre 30 e 60 minutos.

Escurecimento vaginal

Problema comum em várias mulheres, esse fato acontece, geralmente, depois da gestação, devido ao excesso de hormônio. A correção é bem simples: pode-se fazer clareamentos com laser ou peeling.

Ginecomastia

O QUE É REDUÇÃO DE MAMA PARA OS HOMENS?

Também conhecida como ginecomastia, a redução de mama para os homens é a correção cirúrgica das glândulas mamárias demasiadamente desenvolvidas ou grandes. Além disso:

  • Excesso de gordura localizada
  • Excesso de desenvolvimento do tecido glandular
  • Uma combinação de ambos: excesso de tecido adiposo e glandular

A ginecomastia pode ocorrer unilateral ou bilateralmente. Os resultados são muito satisfatórios.

Contorno Corporal

O body lifting melhora a forma e o tônus dos tecidos subjacentes que sustentam gordura e pele. Gordura em excesso e flacidez de pele são removidas para tratar problemas causados, em parte, pela precária elasticidade dos tecidos, como pós bariátrica.

CIRURGIA PARA HOMENS

Atualmente, a sociedade cultua a aparência jovem e saudável. E, cada vez mais, homens, de todas as idades e de todas as classes sociais, querem se submeter à cirurgia plástica por razões estéticas. Os objetivos dos homens incluem nariz mais proporcional, rosto rejuvenescido, cintura menos marcada. Os procedimentos utilizados para que se alcancem estes objetivos devem levar em consideração fatores tais como a espessura da pele, o crescimento da barba e o tipo do corpo.

Reconstrução Mamária

A reconstrução da mama é conseguida através de várias técnicas de cirurgia plástica que tentam restaurar a mama considerando-se a forma, a aparência e o tamanho após a mastectomia. A reconstrução da mama é conseguida através de várias técnicas de cirurgia plástica que tentam restaurar a mama considerando-se a forma, a aparência e o tamanho após a mastectomia.

  • A mama reconstruída não terá a mesma sensibilidade que a mama que substitui
  • As cicatrizes são visíveis e estarão sempre presentes na mama, seja após a reconstrução ou a mastectomia
  • Algumas técnicas cirúrgicas irão deixar cicatrizes no local doador, geralmente localizadas em áreas menos expostas do corpo, como nas costas, no abdômen ou no glúteo

Se apenas uma mama é afetada, somente ela pode ser reconstruída. Ademais, redução de mama, pexia ou aumento de mama podem ser recomendados para a mama oposta para melhorar a simetria de ambas as mamas.

Dermolipectomia

Dermolipectomia braquial visa retirar este excesso de pele e de gordura proporcionando um contorno do braço mais natural e menos flácido.

Implante Mamário

A cirurgia plástica de implante mamário é uma cirurgia relativamente simples e de resultados estéticos muito bons. É uma cirurgia que tem duração média de uma hora e meia, que é realizada sob anestesia local e sedação, podendo ir para casa no mesmo dia. As cicatrizes são bastante pequenas, podendo ser na borda inferior da auréola (peri-aureolar), na linha inferior da mama.

R

TIPOS DE IMPLANTE:

  • Prótese de gel de silicone com revestimento liso
  • Prótese de gel de silicone com revestimento texturizado
  • Prótese de gel de silicone com revestimento poliuretânico
  • Prótese de solução salina ( soro fisiológico )
  • Prótese de perfil alto e de perfil baixo

E todas elas podem ser de perfil alto, quando se deseja uma maior projeção anterior ou de perfil baixo quando desejamos somente um aumento de volume. As variações de modelos existem para satisfazer as preferências e necessidades de cada caso e são definidas durante o programa operatório no consultório.

Com relação ao local do implante ele pode ser feito logo abaixo da glândula ou abaixo do músculo peitoral. Em qualquer dos casos, o implante não interfere em nada na lactação, na sensibilidade e nem no diagnóstico de tumores na região, fato este último comprovado com numerosas estatísticas e sérios estudos realizados nos Estados Unidos, por ocasião das suspeitas levantadas de que as prótese poderiam causar ou retardar o diagnóstico dos tumores da mama, quando estudos comparativos entre grupos de centenas de mulheres de mesma faixa etária mostraram não haver qualquer aumento do número de casos de tumores nas pacientes implantadas.

PRINCIPAIS CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS

  • Usar soutien modelador por três meses
  • Mantenha repouso relativo no leito, evitando esforços
  • Mantenha a cabeceira levada a 45 graus ou dois travesseiros grandes
  • Continue com a medicação sem interrupções após a cirurgia
  • Evite movimentos que levantem os braços além da altura do ombro.
  • Não pegar pesos nem fazer esforços físicos.
  • Evite dirigir ou pegar ônibus nesse período.
  • Não molhar a região por cinco dias.
  • Não retirar as fitas de Micropore modeladoras.

Os pontos são retirados entre o 12ª e o 15ª dias de pós –operatório e, por volta do terceiro mês já há uma regressão de edema suficiente para se ter uma avaliação bastante próxima do definitivo.

Com relação às cicatrizes, somente após um ano a um ano e meio atingirão a maturidade estética e não devem ser avaliadas antes deste período.
Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Lifting Braquial

Lifting de braço, também conhecido como braquioplastia, reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo, remodela o braço deixando a pele mais lisa e com contornos suaves, resultando em aparência tonificada.

MELHORE A APARÊNCIA COM O LIFTING DE BRAÇO

Oscilações no peso, envelhecimento e fatores hereditários podem fazer com que os braços fiquem com aparência flácida. O exercício pode fortalecer e melhorar o tônus muscular do braço, mas não trata o excesso de pele que perdeu elasticidade ou os tecidos subjacentes enfraquecidos e a gordura localizada.

Se a parte inferior dos seus braços é flácida devido ao excesso de pele e de gordura, o lifting de braço é indicado.

Implantes Faciais

Implantes faciais trazem equilíbrio e melhor proporção para a aparência estrutural do rosto. Se você se sente incomodado por ter um queixo pequeno, mandíbula pouco marcada ou falta do contorno facial, a cirurgia plástica com implantes faciais pode beneficiá-lo.

A aparência do seu rosto é determinada por três componentes básicos: pele, tecidos moles e ossos. Se a estrutura do seu rosto é desproporcional – o queixo/mento é rebaixado, a mandíbula indefinida ou as bochechas são planas – estas características podem afetar significativamente a sua autoimagem. Características faciais definidas, contornos visíveis e ângulos naturais que sejam proporcionais criam um equilíbrio estrutural em seu rosto e uma aparência mais atraente. Se você se sente incomodado por ter um queixo pequeno, mandíbula pouco marcada ou falta do contorno facial, a cirurgia plástica com implantes faciais pode beneficiá-lo. Embora qualquer área do seu rosto possa ser aumentada com implantes, as maçãs do rosto, o queixo e a mandíbula são os locais mais comuns para receber implantes faciais. Os implantes faciais trazem equilíbrio e melhor proporção para a aparência estrutural do rosto. Eles definem o rosto, aumentam a projeção e criam características mais distintas.

Lifting com fios

ALTERNATIVA À CIRURGIA PLÁSTICA, O FIO DE POLIPROPILENO É UM GRANDE ALIADO NO COMBATE À LEI DA GRAVIDADE

A especialista Dra. Edith Kawano Horibe indica técnica que é minimamente invasiva e com simples cuidados posteriores. Homens e mulheres estão cada vez mais empenhados em adiar o envelhecimento. Por isso, a estética médica evolui em ritmo acelerado e não faltam novos procedimentos que minimizam as ações do tempo e da gravidade.

Um grande aliado da juventude duradoura é a técnica do Lifting com Fios (elevação) com o fio de polipropileno, tratamento considerado eficaz, pois o material é bem aceito quando está em contato com a pele. Hoje muito utilizado como um procedimento estético minimamente invasivo, o Lifting com Fios começou a ser utilizado na Rússia antes de chegar ao Brasil.

Vários upgrades foram feitos até a técnica chegar ao que é hoje. É um fio que possui garrinhascom sentidos opostos, tanto que para ser implantado na pele, precisa ser inserido através de uma cânula. As garrinhas se abrem, prendendo-se ao tecido e provocando um efeito de tração e suspensão na cútis, deixando-a mais firme e suspensa.

É indicado para pacientes de menor e maior faixa etária, ou simplesmente para aqueles que não querem ser submetidos às cirurgias convencionais com corte, internação, anestesia geral e muito tempo para se restabelecer. Serve de complemento para pacientes que já operaram ou fizeram uma plástica facial, mas que querem só dar uma levantadasem passar por nova Cirurgia Plástica. Indicada também para pacientes que possuem problemas clínicos, ou com paralisia facial.

Segundo Dra. Edith Kawano Horibe, cirurgiã plástica, PHD pela Faculdade de Medicina da USP, essa técnica pode ser aplicada em qualquer parte do corpo, desde que apresente queda. A anestesia é superficial e aplicada apenas no trajeto desenhado. Bastante indicada para quem não quer fazer cirurgia plástica ou perder dias na recuperação, uma vez que praticamente não é necessário interromper as atividades.

Como a cicatrização começa assim que o fio é inserido, não é bom abusar da musculatura, portanto recomenda-se 24h de repouso ou que não se faça movimentos grandes com a boca ao falar e comer. Com o tempo, o local onde foi trabalhado fica cada vez mais natural. No entanto, nas primeiras noites, é necessário dormir com o rosto para cima e elevado.

Outras questões também podem interferir nos resultados, portanto o ideal é não abusar da exposição solar, não exagerar no café, cigarro ou álcool, para garantir uma maior durabilidade ao procedimento. Mesmo sabendo que existe a possibilidade de repetir o processo minimamente invasivo, é prudente proteger a pele e o organismo de fatores que provocam o envelhecimento precoce, enfatiza a cirurgiã.

Locais Recomendados:

  • Elevar Face
  • Pescoço
  • Mamas
  • Flacidez dos braços
  • Umbigo Triste
  • Coxa Interna
  • Nádegas

Abaixo a cirurgiã plástica esclarece as dúvidas mais comuns dos interessados nesse procedimento minimamente invasivo:

Como acontece o processo de Flacidez do Rosto?

Pessoas com todos os tons de pele, pois a técnica não provoca grandes cicatrizes. Pela simplicidade de aplicação do Lifting com Fios, pode ser utilizado em uma grande faixa etária, e em épocas mais precoces, quando uma cirurgia não estaria indicada, assim como em idades mais avançadas. É o ideal para quem não quer se submeter a um procedimento cirúrgico clássico ou que tenha contra-indicação para anestesia geral.

Quem pode utilizar o Fio Russo?

Pessoas com todos os tons de pele, pois a técnica não provoca grandes cicatrizes. Pela simplicidade de aplicação do Lifting com Fios, pode ser utilizado em uma grande faixa etária, e em épocas mais precoces, quando uma cirurgia não estaria indicada, assim como em idades mais avançadas. É o ideal para quem não quer se submeter a um procedimento cirúrgico clássico ou que tenha contra-indicação para anestesia geral.

O Fio de Polipropileno pode provocar reações alérgicas?

O Fio de Polipropileno não costuma provocar reações alérgicas e por isso este material é utilizado em suturas cirúrgicas, principalmente nas costuras entre vasos, e é amplamente utilizado em todo o mundo.

Quais são os exames necessários para fazer o Lifting com Fios?

Um exame Clínico, Hemograma, exames de coagulação, e outros exames complementares se o paciente tiver algum problema de saúde.

Quantos fios são necessários e qual a duração do procedimento?

O Número de fios depende das áreas tratadas e do grau de flacidez, pode variar de 4 a 18 fios. Pode durar de 1 a 4 horas.

Onde o fio é implantado, pode ficar visível ou ser sentido pelo toque?

Por cerca de 30 dias, pode sentir-se a presença do Fio. Depois deste tempo não se sente mais nada de diferente, pois o fio é implantado na camada profunda da gordura facial, ou seja, não pode ser visível e nem sentido pelo toque.

Precisa de repouso depois do procedimento?

Se o paciente quiser, pode voltar ao trabalho ou no dia seguinte. Se sentir constrangimento com o esparadrapo, ou com algum pequeno sinal do procedimento, pode retornar em 2 ou 3 dias.

Como é o resultado?

O resultado é visto logo após a colocação, porém o processo de melhora é gradual.

Como fazer para evitar complicações no procedimento?

Para evitá-las, é necessário que este procedimento seja feito por cirurgião plástico pertencente à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.sbcp.com.br)

Lipoaspiração

Também conhecida como lipoescultura, a lipoaspiração remodela áreas específicas do corpo, removendo o excesso de depósitos de gordura, melhorando os contornos do corpo e a proporção. Apesar de boa saúde e da prática de exercício físico, algumas pessoas podem, ainda, ter um corpo com contornos desproporcionais devido a depósitos de gordura localizada. Estas áreas podem ocorrer devido a características genéticas, à falta de controle do peso ou de atividade física.

A lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo coxas, braços, pescoço, cintura, costas, parte medial do joelho, peito, bochechas, queixo, pernas e tornozelos. Em alguns casos, a lipoaspiração é realizada isoladamente, em demais casos, ela é usada com procedimentos de cirurgia plástica tais como o facelift, a redução de mama ou a abdominoplastia.

A decisão de se submeter à lipoaspiração é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações.

Malha de compressão ou bandagens elásticas são colocadas nas áreas tratadas na finalização do procedimento, pois ajudam a controlar o inchaço e a comprimir a pele. Ademais, um pequeno dreno pode ser colocado nas incisões existentes por debaixo da pele para remover qualquer excesso de sangue ou de fluido.

Se você sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir ótimos resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia. O inchaço causado pela cirurgia desapareça após alguns meses. Quando o inchaço desaparecer, o novo contorno corporal será visível. Seguir algumas recomendações fará com que você mantenha os resultados obtidos inicialmente com a lipoaspiração, ou seja, é preciso manter peso adequado e adotar um estilo de vida saudável. O ganho de peso pode reverter os resultados.

Lifting Crural

O lifting de coxa remodela as coxas, reduzindo o excesso de pele e, em alguns casos, a gordura, resultando contornos mais proporcionais das coxas. Na maioria das vezes o exercício físico e a perda de peso não são suficientes para um corpo mais firme, e proporcional.

Lipoplastia

Na lipoplastia, a lipoaspiração é o procedimento mais procurado na cirurgia plástica. Pode ser feita em diversas partes do corpo: no culote, quadril, abdomen,cintura interior de coxas, interior de joelhos, braço, queixo duplo, entre outras regiões do corpo. A idade recomendada para a realização da cirurgia é após a adolescência, quando cessar o crescimento. A lipoaspiração não é para tratar obesidade. O paciente deve estar com seu peso dentro do limite normal. É operação para tratar gordura localizada!

A anestesia pode ser local , com sedação ou peridural, e a cirurgia tem duração de 1 a 3 horas em média, dependendo da extensão das áreas. A permanência vai de 8 a 24 horas. Pode ser feita na clínica ou no day hospital, dependendo de cada caso. Como o corte é pequeno (menos de um centímetro), a cicatriz geralmente fica escondida numa prega natural. Como pré-operatório, são necessários exames laboratoriais de rotina. No pós-operatório o curativo que protege a cicatriz deve ser usado durante alguns dias. Em geral é utilizada a cinta elástica para contenção.

Um repouso por cinco dias é necessário para uma boa recuperação, podendo-se retomar os exercícios físicos leves em 30 dias, e em três meses o paciente é liberado para tomar sol. No entanto tudo depende da região em que foi realizada a lipoaspiração. É feita drenagem linfática como tratamento complementar para permitir acelerar a recuperação e melhorar o estado circulatório diminuindo os inchaços.

Existe a lipoaspiração e a lipoescultura. A lipoaspiração consiste em retirar a gordura localizada. Já a lipoescultura envolve dois procedimentos: em um primeiro momento o cirurgião plástico aspira a gordura, depois ele usa parte do que foi aspirado para preencher depressões do contorno corporal.

A lipoaspiração é hoje o método mais procurado no Brasil e nos Estados Unidos por quem precisa dar uma melhora rápida no visual. Ela retira a gordura localizada de maneira rápida e eficiente. Porém, cuidado! Deve ser feita pelo cirurgião plástico, pois tem a formação especialisada para isso, dando segurança maior para você.

Na lipoescultura você pode tirar aquela ‘gordurinha’ que incomoda nos culotes e recolocá-la no bumbum, por exemplo. Ou ainda, usar a gordura retirada para preencher os sulcos de expressão que se formam ao redor da boca, também conhecidos como bigode chinês. A gordura injetada é em grande parte absorvida pelo corpo. A absorção varia de acordo com o paciente, mas o procedimento pode ser repetido até chegar ao resultado esperado. Cinco dias de repouso relativo é exigido no período pós-operatório , ou seja o paciente pode trabalhar a partir do terceiro dia de recuperação. É preciso ter um cuidado muito especial com as áreas em que foram injetadas as gorduras para evitar pressão e minimizar os efeitos da reabsorção. Após 30 dias já é possível retomar os exercícios físicos e em três meses você está liberada(o) para tomar sol. As cicatrizes são mínimas. Para que as cicatrizes ( de 5 a 8 milímetros) fiquem imperceptíveis, os cirurgiões plásticos costumam deixá-las em pregas naturais do corpo. Os resultados dão grande satisfação aos pacientes, aumentando a auto-estima.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Lifting Facial

O envelhecimento em seu rosto, a cirurgia da face pode ser ideal para você. Tecnicamente conhecida como ritidoplastia, a cirurgia da face é um procedimento cirúrgico para melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço tais como:

    • Flacidez no terço médio da face
    • Vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores
    • Vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca
    • Gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada
    • Perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada
    • Pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula

*Flacidez ou testa franzida, e cirurgia de pálpebras, para rejuvenescer os olhos.

Sendo uma cirurgia reparadora, o facelift não muda sua aparência e não pára o processo de envelhecimento. O sucesso e a segurança do procedimento dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

  • O que fazer na noite anterior e na manhã da cirurgia (tempo de jejum, medicações, banho)
  • Informações sobre o tipo de anestesia a ser realizada
  • Orientações sobre cuidados pós-operatórios

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Quando o procedimento for finalizado, uma bandagem pode ser colocada delicadamente em torno de seu rosto para minimizar o inchaço e os hematomas. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular Ao escolher um cirurgião plástico para realizar este procedimento, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

É importante cuidar do local da cirurgia, usar medicamentos para aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia e sua saúde geral, e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

Mamoplastia de Aumento

É a cirurgia de aumento de mama com utilização de implantes para dar volume aos seios ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez. Se você está insatisfeito com o tamanho da sua mama, a cirurgia de aumento de mama é uma opção a ser considerara. O aumento de mama pode:

  • Aumentar o tamanho e projeção de seus seios
  • Melhorar o equilíbrio de seu corpo
  • Melhorar a sua autoestima e autoconfiança

Os implantes também podem ser utilizados para reconstruir a mama após a mastectomia ou lesão. A mamoplastia de aumento é um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesma, não para satisfazer a vontade de alguém ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal. O aumento de mama pode ser uma boa opção para você se:

  • Você estiver fisicamente saudável
  • Você tiver expectativas realistas
  • Seus seios estiverem totalmente desenvolvidos
  • Você estiver incomodada com a sensação de que seus seios são muito pequenos
  • Você estiver insatisfeita com seus seios devido à perda de forma e de volume após a gravidez, à perda de peso ou ao envelhecimento
  • Seus seios diferirem em tamanho ou forma
  • Uma ou ambas as mamas não se desenvolveram normalmentea

A decisão de se submeter à cirurgia de aumento de mama é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios estarão de acordo com seus objetivos e se os riscos e possíveis complicações são aceitáveis. Seu cirurgião plástico e/ou equipe irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual irá se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Embora possa haver complicações relacionadas aos implantes mamários, os mesmos não são prejudiciais à saúde da mama. Pesquisas científicas realizadas por grupos independentes não relataram nenhuma relação comprovada entre implantes mamários e doenças autoimunes ou sistêmicas.

Ocidentalização de Pálpebras

O contato dos orientais com as culturas européia e americana trouxe mudanças nos costumes e nos valores estéticos. A Ocidentalização das Pálpebras tem sido uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelos jovens dos países orientais e por orientais que vivem no Brasil. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica mostram que no Brasil, aproximadamente 14 mil pessoas submetam-se a cirurgias de Ocidentalização a cada ano, sobretudo em São Paulo e no Paraná, onde estão as maiores colônias orientais, o dobro do que acontecia no início dos anos 90.

Os que não nasceram com as “dobrinhas” nas pálpebras superiores, como os orientais, recorrem à cirurgia para ter olhos mais vivos e obter um toque mais harmonioso à face. Normalmente, a altura da dobra nos ocidentais é de 10 a 11 milímetros, já nos orientais esta medida é de aproximadamente 5 a 8 milímetros. Para os orientais é tão importante ter a dobra palpebral superior que lançaram no mercado Internacional colas que fazem este sulco, mas duram apenas até a lavagem do rosto, por isso a cirurgia plástica passa a ser fundamental para esses jovens. O curioso é que até mesmo nos famosos mangás observa-se que os personagens têm os olhos grandes, o que vem confirmar a preferência dos orientais pelas “dobrinhas”.

A Dra. Edith Horibe, cirurgiã plástica, PhD pela Faculdade de Medicina da USP, expoente em Gestão Antienvelhecimento e em Estética Médica, explica que 50 % dos orientais e seus descendentes apresentam a pálpebra superior lisa e sem a dobra. A cirurgia plástica de Ocidentalização possibilita criar essa dobrinha.

A médica esclarece que os orientais têm ausência do sulco palpebral superior (ausência de dobra na pálpebra superior), que geralmente fica 5 a 8mm da borda dos cílios, excesso de bolsas de gordura na região central e medial da pálpebra superior e epicanto medial (prega de pele na parte medial do olho). A cirurgia consiste em retirar parte da gordura existente nas pálpebras superiores para eliminar o aspecto inchado, típico dos rostos orientais e depois, é feita uma “dobrinha” em cima dos olhos. “Os ocidentais têm naturalmente uma pequena dobra na pálpebra superior, enquanto que 50% dos orientais não. A cirurgia faz a fixação da derme ao músculo elevador da pálpebra e tarso, de modo a fazer a dobra e simular a pálpebra ocidental”, diz Dra. Edith.

O olho oriental também costuma apresentar maior gordura nesta região em relação aos ocidentais, ficando assim com o conjunto ocular mais proeminente. “Na maioria dos casos, pode ser interessante retirar um pouco da gordura. Mas, o mais importante é fazer a dobrinha bem calculada”, diz a especialista. Segundo ela, é necessário também levar em consideração as características próprias da pele oriental, mais propensa à formação de cicatrizes em forma de quelóides. “A cirurgia é bastante simples, fazemos a dobra na medida que é comum nos orientais para que o formato do rosto não seja alterado e as pálpebras ganhem um aspecto mais suave”, relata a médica.

ESTA CIRURGIA ALÉM DO USO ESTÉTICO, TAMBÉM TEM A UTILIDADE DE CORREÇÃO.

As pessoas que nascem sem as pregas nos olhos têm chances de desenvolverem problemas visuais com o decorrer do tempo, o excesso de pele vai aumentando a ponto de acarretar dificuldade visual, sendo muitas vezes necessária a intervenção cirúrgica.

É uma cirurgia rápida, de pouco mais de uma hora e não precisa de internação. Logo de imediato já se vê o resultado. Três dias depois começa a retirada dos pontos, que termina em cinco dias. Em uma semana ou um pouco mais, o paciente já pode levar uma vida normal. É preciso respeitar as diferenças entre os padrões estéticos orientais e ocidentais, pois cada um tem a sua beleza, cabendo ao cirurgião ajudar a exteriorizá-la.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Mamoplastia Redutora

A redução de mama remove o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele para atingir um tamanho de mama proporcional com o seu corpo e aliviar o desconforto associado com seios muito grandes. Seios excessivamente grandes podem causar, em algumas mulheres, problemas emocionais e de saúde. O peso do tecido mamário em excesso pode prejudicar sua capacidade de levar uma vida ativa. O desconforto emocional e o autoconhecimento, muitas vezes, associados a seios grandes e caídos, é um problema para muitas mulheres, pois podem causar desconforto e dor. O sucesso e a segurança de seu procedimento de redução de mama dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionada sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

  • Cicatriz desfavorável,
  • Infecção
  • Alterações de sensibilidade no mamilo ou na mama, que podem ser temporárias ou permanentes
  • Riscos anestésicos
  • Sangramento (hematoma)
  • Má cicatrização
  • Contorno e forma da mama irregulares
  • Descoloração da pele, alterações permanentes da pigmentação, inchaço e hematomas
  • Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões, podendo ocorrer de forma temporária ou permanente
  • Assimetria de mama
  • Acúmulo de líquido (seroma)
  • Rigidez excessiva do peito
  • Possibilidade de incapacidade de amamentar
  • Potencial de necrose da pele/tecido onde se encontram as incisões
  • Possibilidade de necrose total ou parcial do mamilo e da aréola
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares
  • Dor, que pode perdurar
  • Alergias à fita, à sutura, a colas, a produtos derivados do sangue, a medicações tópicas e injetáveis
  • Necrose da pele
  • Possibilidade de novo procedimento cirúrgico (retoque)

O novo tamanho da mama ajudará a aliviar a dor e as limitações físicas existentes previamente à cirurgia. A mama mais proporcional poderá melhorar sua autoestima e autoconfiança. No entanto, ao longo do tempo, seus seios podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, aos fatores hormonais e à gravidade.

Otoplastia

Melhorando a sua aparência com a cirurgia da orelha Se orelhas salientes ou desfiguradas incomodam você ou seu filho, pode-se considerar a cirurgia plástica. Cirurgia da orelha – também conhecida como otoplastia – pode melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas. A cirurgia corrige um defeito na estrutura das orelhas presente desde o nascimento, que se torna aparente com o desenvolvimento, ou trata orelhas deformadas causadas por lesão. A otoplastia cria uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. Correção de deformidades menores pode beneficiar a aparência e a autoestima.

A decisão de se submeter à otoplastia é pessoal e é você quem deve decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e potenciais complicações são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer. intercorrência. Após a cirurgia, bandagens ou curativos serão aplicados sobre o local cirúrgico para mantê-lo limpo, protegê-lo de trauma e para sustentar a nova posição da orelha durante a cicatrização inicial.

Mentoplastia

É um procedimento cirúrgico para remodelar o queixo utilizando-se implantes (aumento) ou o próprio osso, por intermédio de fraturas que podem avançar ou recuar o mento. Muitas vezes, o cirurgião plástico pode recomendar a cirurgia do queixo juntamente com a cirurgia do nariz, de modo a atingir proporções faciais equilibradas – isto porque o tamanho do queixo pode aumentar ou diminuir o tamanho percebido do nariz. Esta cirurgia ajuda a proporcionar equilíbrio harmonioso de suas características faciais para que se sinta melhor com a sua aparência.

Prótese de Glúteo

As nádegas representam importante órgão da beleza do corpo humano quando apresentam proporções características de volume e de forma. A pele bem hidratada e sem estrias são requisitos que completam o bumbum perfeito. O cirurgião plástico através do processo cirúrgico conhecido como gluteoplastia tem contribuído na formatação de nádegas mais bonitas. Quando é para aumentar o volume utiliza-se o implante de prótese de silicone pré-moldado que é introduzido entre os músculos dessa região. Quando o volume é muito grande recorre-se à cirurgia de redução e nos casos em que a flacidez da pele é acentuada promovendo um deslizamento para baixo, recorre-se à cirurgia de suspensão.

A incisão operatória varia de acordo com o tipo de operação. Para o aumento com prótese de silicone a incisão é de 5 a 6 cm localizada na região do osso sacro, no espaço entre as nádegas. Dessa forma fica praticamente invisível na posição normal. Já para suspensão ou para redução a incisão é bem ampla e muitas vezes é fator de desistência da paciente.A anestesia preferencial é peridural que permite a manutenção da analgesia por tempo mais prolongado.A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar e geralmente dura em média 2 horas e meia.

A permanência no hospital é de 48 horas. Antes da operação são necessários exames de laboratório. No pós-operatório, o paciente deve dormir de bruços durante 7 a 10 dias. O tempo de recuperação vai de 10 a 20 dias.

O tamanho da prótese é previamente discutido com paciente e a forma pode ser oval ou redondo. A prótese redonda é indicada para quem deseja aumentar mais a região glútea, já a oval (menos usada) aumenta também as dimensões laterais. O único inconveniente é que durante 7 a 10 dias você deverá dormir de bruços. Ainda assim, já poderá sentar-se (apoiando as coxas) no dia seguinte à cirurgia. Depois de 20 dias você pode voltar às suas atividades normais, mas deve ainda, durante dois meses, evitar esportes como esqui, hipismo ou qualquer outro que exija mais força desta região do corpo.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Ritidoplastia

REJUVENESCIMENTO FACIAL COM UM TOQUE DE NATURALIDADE

O Lifting e Minilifting proporcionam resultados expressivos. Atualmente, a Medicina Estética oferece diversos procedimentos para o rejuvenescimento facial, dentre elas o Minilifting e o Lifting, indicados para tratar as rugas da face e do pescoço. O Minilifting é recomendado quando a flacidez abrange apenas o rosto e não traz grandes alterações na fisionomia. Assim, o Minilifting é feito a partir dos 35 anos aproximadamente, quando começam a aparecer os primeiros sinais de envelhecimento.

“Pelo conceito atual, a cirurgia do rejuvenescimento, é feita o mais precocemente possível, tão logo comecem a aparecer as rugas. Desta forma, a pessoa estará com o aspecto jovem desde o início, não dando chance para apresentar-se com a face senil.”, orienta a cirurgiã plástica Edith Horibe, PhD pela Faculdade de Medicina da USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

LIFTING

Já o Lifting é indicado para pessoas acima de 55 anos que apresentam uma grande quantidade de rugas na face e no pescoço. Contudo, a cirurgiã plástica esclarece que “a idade nem sempre é o fator mais importante na classificação, pois a quantidade de rugas pode variar dependendo mais do tipo de pele de cada pessoa”. Dependendo de cada caso, a operação dura em média de duas horas e meia a cinco horas, com permanência de 12 a 24 horas no Day Hospital. A anestesia pode ser local com sedação ou geral.

MINILIFTING

Tanto no minilifting como no lifting, as cicatrizes são discretas. No minilifting, ficam escondidas no couro cabeludo e no lifting boa parte fica oculta nos cabelos e uma pequena porção fica dentro e atrás das orelhas. No pré-operatório são necessários exames laboratoriais e arquivo fotográfico. No pós-operatório o curativo protege o local durante um dia e o tempo de recuperação varia de 8 a 14 dias em geral.

Dra. Edith Horibe indica que é possível integrar outros procedimentos a essas operações no mesmo dia da cirurgia. “Pode-se associar a esta operação a lipoaspiração da papada (duplo queixo), a blefaroplastia (para correção das pálpebras), o peeling químico (para retirada de manchas e rejunescimento da pele), a dermabrasão (raspagem da pele para rugas ao redor dos lábios), preenchimentos e outros”.

No primeiro dia o paciente já pode lavar os cabelos e as atividades normais podem ser retomadas de 8 a 12 dias. A médica ressalta que estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Prótese de Panturrilha

A inclusão de prótese de silicone nas panturrilhas é recomendada a partir dos 18 anos de idade. A anestesia é peridural e a duração da cirurgia é de 2 horas. A permanência na clínica após a operação é em média de 8 a 24 horas. A cicatriz fica na parte posterior do joelho, discreta porque fica nas dobras popliteas. Como pré-operatório são necessários exames de laboratórios.

No pós-operatório deve-se usar uma meia elástica durante dois meses, e recomenda-se o uso de salto médio para não forçar a região da panturrilha, e desse modo, a prótese fixa-se local correto.

A paciente deve ainda repousar durante três dias. Depois de quinze dias pode retomar suas atividades normais e um mês após a cirurgia pode praticar exercícios físicos.O motivo para recorrer a esta cirurgia pode ser estético (para corrigir as “pernas finas”) ou ainda por recomendação médica em casos de seqüelas de paralisia ou fraturas complicadas. Na operação é colocada uma prótese de silicone na panturrilha. A prótese fica alojada sobre o músculo, o que proporciona um volume natural.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Rinoplastia

Rinoplastia ou cirurgia do nariz melhora a aparência e a proporção do nariz, realçando a harmonia facial e melhorando a autoestima. A cirurgia do nariz também pode corrigir dificuldade respiratória causada por anormalidades estruturais no nariz. A rinoplastia pode mudar:

  • O tamanho do nariz, em relação a demais estruturas faciais
  • A largura do dorso nasal
  • O perfil do nariz
  • A ponta do nariz, que pode ser grande, caída ou muito arrebitada
  • Narinas grandes, largas ou arrebitadas
  • Assimetria nasal e desvio.

Suspensão das Coxas

Com o envelhecimento a pele fica frouxa em virtude da perda da elasticidade e cai. A suspensão das coxas se destina retirar o excesso de pele, devolvendo às mesmas uma maior firmeza.

A cirurgia é feita em hospital, a anestesia é geral ou peridural. O tempo cirúrgico é de aproximadamente de 3 horas. A incisão é na prega inguinal que desce até alcançar o sulco sub-glúteo posteriormente. Em alguns casos se faz lipoaspiração para remover o excesso de gordura.

PÓS OPERAÇÃO

Recomenda-se não fazer movimentos bruscos com os membros inferiores e a atuação do fisioterapeuta é de fundamental importância.

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Radiofrequência

  • Rejuvenescimento da pele
  • Redução da flacidez facial e corporal
  • Redução das rugas
  • Melhora da elasticidade da pele

Estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Mastopexia

Comumente referida como cirurgia de lifting de mama, a mastopexia reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama. Os seios da mulher muitas vezes mudam com o tempo, perdendo sua forma jovem e firmeza. Estas alterações e perda da elasticidade da pele podem ocorrer devido a:

  • Gravidez
  • Amamentação
  • Oscilações de peso
  • Envelhecimento
  • Gravidade
  • Hereditariedade

Às vezes, a aréola torna-se alargada ao longo do tempo, e a mastopexia poderá reduzi-la. O procedimento pode ter um caráter rejuvenescedor, já que o perfil conseguido no pós-operatório é o de uma mama jovem e firme. É importante cuidar de seus seios após a cirurgia, tomar medicamentos por via oral para ajudar a reduzir os riscos de infecção e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.